background

Notícias Contábeis

Fique por dentro das novidades da área contábil.

21/05/2022 Estados do país tem mais beneficiários do que trabalhadores formais

O Auxílio Brasil, programa lançado em 2021 pelo governo para substituir o Bolsa Família, já conta com mais de 18 milhões de famílias contempladas, e em alguns estados do país, esse número é maior do que a quantidade de trabalhadores formais.

Em março deste ano, essa foi a realidade de 13 estados brasileiros, que registraram mais beneficiários do Auxílio Brasil do que trabalhadores com carteira assinada .

Dentro desses 13 estados estão todos os nove do Nordeste e 4 dos 7 estados da região Norte (Acre, Amazonas, Amapá e Pará).

Os dados foram obtidos em um levantamento feito pelo G1, com base nos nos números do programa social fornecidos pelo Ministério da Cidadania e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Previdência

O estudo avaliou que as maiores diferenças entre o número de beneficiários do auxílio e empregados com carteira assinada estavam nos estados do Maranhão (576.411 mais beneficiários do que CLT) , Bahia (412.290), Pará (332.706), Piauí (241.874), Pernambuco (155.548), Paraíba (188.546), Alagoas (118.974) e Ceará (110.915).

O levantamento analisou ainda os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE.

Com ela, o g1 verificou que no primeiro trimestre, a taxa de desocupação ficou acima da taxa nacional – de 11,1% – em 13 estados e no Distrito Federal. Estão entre eles 12 dos 13 locais que têm maior número de beneficiários do que trabalhadores CLT.

Os 13 estados estão ainda entre os com menor percentual de empregados com carteira assinada e todos estão abaixo da média nacional.

Com informações G1

VOLTAR